segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Veja-te como te vejo

        Você se menospreza
        Por ela não te enxergar
        Mas ela apenas não sente
        O que eu tento te explicar

        A conquista se encontra
        Nos pequenos detalhes
        Mas ela não percebe
        Sua vivacidade

        Quando toca o violão
        E a letra sai dos lábios
        Enchem os meus ouvidos
        E o peito fica apertado

        Quando fica acordado
        Para falar comigo
        Perde horas de sono
        Só pra ouvir os meus risos

        Quando nota os meus olhos
        E eles estão vermelhos
        Deixa tudo de lado
        Para ouvir meus apelos

        E quando você escreve
        Chega a ser magnífico
        Passo os olhos nas linhas
        E me sinto no livro

        Gosta das mesmas músicas
        E dos mesmos refrões
        Matamos várias aulas
        Para ouvir Legião

        Então me diz agora
        Por que ela não te vê?
        Ela não vê os detalhes
        Que eu já vejo em você.

Pauta para Bloínquês, 58ª edição poesias. Tema: Detalhes.

2 opiniões:

Ana Paula Ribeiro disse...

Adorei teu poema. Acho que se alguém nota nossos detalhes, aí sim, é porque se importa conosco, pois é nos detalhes que se conhece uma pessoa. Beijos.

http://ribeiroap.blogspot.com/

Ana Paula Ribeiro disse...

Olá linda, passando aqui para avisar sobre a sorteio de um layout que está acontecendo no Heart Dreamer, corra lá e se inscreva, você pode ser a grande vencedora. Beijos ;*
Link do sorteio: http://ribeiroap.blogspot.com/2011/10/sorteio-de-um-layout.html

Não seja um leitor silencioso. Comente!