sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Rastro brilhoso


   Ela pulou do cais, esparramou um pouco de água perto do seu sapato de festa. O par ficou ali, parado, era coberto de paetês e purpurina branca. Acabara de sair de uma festa à fantasia onde ganhou o título de rainha.
   Distraída como ela é, esqueceu do tempo com o seu namorado das águas tranquilas do cais. Sua irmã correu, e antes que pudesse chamar o seu nome olhou para os sapatos. Com muita cautela ela pôs os pequenos pés no par, admirando o quanto estava bonito, mesmo estando muito desproporcional.
   Andou um pouco, a purpurina se espalhou pelo cais; alinhou os sapatos e olhou ao longe. Ela queria correr, contar para a mãe que já tinha idade suficiente para sair e andar com os sapatos de salto alto. Não se importava com o tamanho, queria crescer e desejava profundamente ser tão bonita quanto a irmã mais velha.
   Ao olhar para a água, viu que a sua irmã subia as escadas de volta ao cais, e como se fossem seus, correu ao vento noturno deixando o rastro de purpurina.

Pauta para Mil Palavras, 32ª edição. Tema: Imagem.

8 opiniões:

disse...

Muito bom, escreveu com personalidade...
boa sorte!

http://falando-peloscotovelos.blogspot.com/

Rodolpho Padovani disse...

Ah, que legal, gostei.
Só acho que ela não deveria ter pressa pra crescer, afinal, ser criança é td de bom e depois a gente quer voltar atrás.

Bjs e boa sorte.

avitrinedesonhos disse...

Fernanda
Gostei e o seu tema focado np brilho do sapato foi incrível. Um detalhe da imagem que muitos não abordaram.
Boa sorte!

Beijos
Irene Moreira
A Vitrine de Sonhos

Ana Santos, uma escritora em construção disse...

BOa sorte, Fernanda!
Vc fez um belo texto..
Bj
Ana

Giovana disse...

Oi linda, lembra de mim do filosofia fúcsia? Provavelmente não!! Fiquei muito tempo sem postar mas já to de volta. Acho que temos uma parceria e queria te pedir um favor! Como faz muuuito tempo que não posto, o blog tá paradão e queria saber se você poderia me ajudar a fazer com que ele volte a ficar na ativa!!! Se você puder recomendá-lo eu ia ficar muuuuuito feliz! Você poderia? E não esquece de dar uma passada lá pra comentar no meu novo post! Bejios e valeu

www.filosofiafucsia.blogspot.com

Isadora disse...

lindo post, lindo blog. venho aqui sempre que dá, e cada dia me apaixono mais por aqui :) continue assim! um baijao :**

Gêsa disse...

Porque quando somos crianças queremos tanto crescer? Se eu pudesse voltar no tempo teria adiado ao máximo essa coisa de deixar de ser criança.
(:

**Brunah Isabelle =) disse...

nossa véio ameei o post e a imagem.. curto imagens assim..!
Seguindo!

Topa parceriia ?

http://the-blog-teenager.blogspot.com/

me responde com um comments lá no meu blog..
Bjo

Não seja um leitor silencioso. Comente!