domingo, 28 de março de 2010

Corredor de fogo


   ‘Corta! Corta! Corta!’ Se ouvia em toda a extensão no corredor do colégio, cada vez mais carinhas apareciam no meio da multidão, espreitando, tentando saber o que estava acontecendo.
   -Esta com medo, não é, Carolina? Esta toda se tremendo de cortar um pedaço do cabelo fogo que o namorado tanto ama!
   Cyntia e Aníbal estavam me desafiando a cortar meu cabelo ali no corredor para provar que eu e o Marcos não tínhamos nada, Cyntia era apaixonada, mas ele, depois do término do namoro tentou se aproximar, mas ele não deixou, dizia que ainda estava me namorando para fugir dela.
   -Corta! Se você não tem nada com o Marcos, corta!
   Eu queria que ela soubesse que eu não tinha nada com ele, que depois do final de semana desastroso que passamos, com brigas e términos de namoro, não poderia ter, mas nada entre nós. Mas ela não acreditou em mim.
   -Eu não tenho nada com ele! – Tentava, em vão, convencer Cyntia que era loucura cortar meu cabelo para provar uma questão que o próprio Marcos poderia fazer, mas não queria. Ela não queria saber que fora rejeitada.
   -Cyntia! Vamos embora, ela esta falando a verdade. – Aníbal era quem realmente gostava dela, que estava ali em todos os momentos, e era o mais sensato naquela hora.
   Estava preste a cortar o meu cabelo e provar que não estava mentindo, que eu estava sendo sincera e que em nenhum momento estava tentando impedir a felicidade dela; um vulto apareceu entre as cabeças e gritos alvoroçados, era Marcos, sem fôlego, e muito vermelho.
   -Não corte o cabelo. – Sussurrou fitando-me por alguns instantes. – Ela esta falando a verdade, eu estava fugindo de você, pois eu ainda gosto da Carolina, e aliais, você é uma tremenda chata e não vê que o Aníbal que gosta de você. – Disse bem alto com ênfase no final para Cyntia.
   -Mas eu te amo!
   -Mas eu não. – Virou-se para mim, pegou a tesoura entre os meus fios de fogo e sussurrou em meu ouvido. – Nunca mais combine uma tesoura, seu cabelo e suas mãos.
   Passando entre a multidão com as mãos dadas fomos para o refeitório, deixando para trás Cyntia, Aníbal, o corredor, a multidão e a tesoura largada no chão.

Pauta para Bloínques, 10º edição visual . Tema: A foto do texto.

8 opiniões:

тнαιѕ disse...

Eu prefiri pontas duplas, não mais!
Mas o outro tbm ficou ótimo. Já estou seguindo amr.
Segue o meu ?
hppt://parecoumamenina.blogspot.com

Erica Lopez disse...

eu achei o segundo mais criativo :D
e amei o jeito como tu escreve !

bjs (k)

Di Lopes disse...

Adorei os dois, mas o segundo ta bem melhor *-*'

Chris disse...

Corredor de fogo com toda a certeza. Está mais criativo.

bárbara disse...

Adorei a história, parabéns!
O blog está maravilhoso, estou te seguindo.

:*

C. disse...

OOOOWN *-* amei seu jeito de escrever, o lay do seu blog e tuuuuudinho *-*
seguindo ;*

Monique Premazzi disse...

Seu jeito com as palavras é muito lindo, adorei o texto e boa sorte. xx

Juliana Santana disse...

oi achei seu blg por acaso,e amei sua blogagens,vou te seguir

Não seja um leitor silencioso. Comente!