sábado, 15 de setembro de 2012

Para ser meu


                Percebi por estes dias que parei de escrever como quero. Ando querendo agradar as pessoas, tentando conquista-las. Não é bem assim que a banda toca, já estou cansada de notas graves e pesadas, só para dizer que há algo em comum.
                Os sentimentos dos meus textos são calmos, eles não estão em cada palavra, mas nas frases como um todo. É como uma banda, uma sinfonia, cada parágrafo que aprendi a escrever na escola diz algo, todos juntos me explodem.
                Não, não usarei mais frases aleatórias só para compor algo bonito. Usarei espaços, métodos aprendidos no ensino fundamental, metáforas que se encaixam no meu ser.
                Serei eu mesma, pois é assim que devem me conhecer, não por textos que não condizem com quem sou. E que gritem para o mundo que eu estou de volta, chega de fingir só para agradar. 

1 opiniões:

Sara Roosevelt disse...

Ja faz um tempo que passei a pensar assim tbm. Acho que o blog nos causa isso, rs!
Mas depois quando voc mesma parar para se ler, nao conseguira ver voc, nada mais inutil do que ter um blog assim, nao e mesmo?!
Esta super certa! beijoooks,

Não seja um leitor silencioso. Comente!