quarta-feira, 2 de junho de 2010

Cuidado, timidez à solta


   Você está andando tranquilamente e de repente sente algo tocar o seu braço, quando se vira o rosto começa a queimar, ou mesmo quando alguém te chama de longe. Estão todos reunidos com suas rodas de amizade e alguém pede para você vir e conhecer todos os novos amigos; amigos que você nunca mais verá novamente e talvez, pague um mico na frente de todos.
   A sua mãe te pede para ir comprar alguma coisa, na farmácia, na padaria ou ali na esquina. Sempre que você está indo, alguém conhecido esbarra em você, ou aquele gatinho com quem você não consegue abrir a boca. Você sai correndo ou cora, literalmente você vira um pimentão.
   O professor te chama para ir à frente de todos e responder aquela bendita pergunta que ninguém fez, e a sua resposta está monstruosa de grande, e todos vão fazer cara de sono quando você lê. A leitura começa e o papel esconde o rosto envergonhado enquanto o professor chama atenção de um garoto que está jogando aviões de papel na sala.
   Quando um tímido fala ou paga um mico isso fica guardado na história, na sua história. A timidez pode ser um processo rápido ou muito demorado, mas há quem goste do charme de um tímido. Nós tímidos temos algo que ninguém mais tem, e eu tenho em grande volume e massa: nossas bochechas coradas.
   Alguma hora a nossa vez vai chegar e vamos corar, mas isso faz parte da vida. Vamos corar por vergonha, por ansiedade, por felicidade, por ciúme ou por timidez. Talvez, se um dia você corar, não fique apreensiva com isso, corar é só mais uma forma de expressar os seus sentimentos, sem ter que falar. Como todos sabem, tímidos não são muito bons com conversas.

--
Pauta para Blorkutando, 88ª edição. Tema: Vermelho de... Vergonha!

4 opiniões:

Projeto Sílaba Tônica disse...

Conheço muito bem a timidez. O blog, quem sabe, foi um jeito de me expressar.

Fernanda, estamos esperando sua participação na 2ª edição do projeto.
http://asilabatonica.blogspot.com/

:)

Camila. disse...

As vezes a timidez atrapalha, mas eu acho a coisa mais normal do mundo ser assim. Adorei o texto, boa sorte do Blorkutando.

www.menina-normal.blogspot.com
xx

Ana Paula Francotti disse...

aaahhh... passei por uma situação dessa HOJE numa reunião com um cliente... eles observaram que a minha folha de anotações estava um caos e fizeram uma observação de brincadeira... não pude evitar, senti um calor subindo no meu rosto.. devo ter ficado vermelha mesmo, mas e daí né, melhor do que ser um tipo "sem-vergonha"... hehehehe... os seus textos estão ótimos como sempre, parabéns !

Gêsa disse...

Eu não sou tímida depende da ocasião e gosto de garotos que não sejam tão descarados.

Não seja um leitor silencioso. Comente!