quarta-feira, 23 de junho de 2010

Do you hear me?


   Palavras não bastam para descrever o que senti. Ela me olhou de um jeito puro, havia inocência nos seus olhos. Ela sorriu; suas bochechas apertaram os olhos negros e faziam seus óculos subirem, ao encontro da sobrancelha.
   Ela veio correndo, de abraçou, não disse nada. Passamos um bom tempo juntas. Ela enrolava os dedos nos meus cachos e sorria a cada vez que eles pulavam. Era uma diversão bonita, eu poderia ficar horas olhando, sem me movimentar.
   A professora fez um sinal e ela saiu dos meus braços. Foi para longe balançando a mão de um lado para o outro. Eu me encolhi, fechei a expressão e senti algo macio puxar o meu cacho. Era ela novamente. Ela fez alguns sinais enquanto eu tentava decifrá-la, a professora chegou perto de mim e cochichou: “Você não deve saber, mas ela é surda e muda”.
   Quando os meus pais disseram para mim que eu tinha uma irmã do outro lado do país, eu pensei que ela seria diferente, mas não do jeito que a conheci. Ela é inteligente, charmosa e muito ativa.
   E por incrível que pareça ela não me escuta, mas me entende como qualquer outra. Eu pensei, por leves minutos que aquele seria o pior dia de muitos vividos. Aquele foi o meu dia, o nosso dia. Foi o dia em que descobri que não é necessário ouvir nem falar para se comunicar; a linguagem do coração é a mais pura que existe. E eu tenho muita sorte de ter uma irmã assim.

--

"Pauta para Projeto Entrelinhas, 2ª edição. Tema: Foto do texto."
"Pauta para In verbis, 3ª edição. Tema: Frase em negrito."

4 opiniões:

Leticía Gomes disse...

fer, o texto está maravilhoso, como sempre.
adoro quando vou no painel e tem seu blog na lista dos atualizados, venho correndo ler tudo.

o primeiro paragrafo foi uma coisa, tipo, explendida, tipo coisa que você lê em livro. adoro meninas que não escrevem apenas sobre namorados/amores de casais etc.

muito, mas muito bom. inocencia é o que eu quero ao meu redor, pureza me deixa leve. suas palavras também.

um beijo.

Chica disse...

Muito lindo teu texto e participação!beijos,tudo de bom,chica

Amanda Lisbôa disse...

Supreendente! Emocionante! Casual! Diferente! Ameiiiiiii!!!
Parabéns! As emoções foram muito bem traduzidas!

*estou seguindo*
bjs*

Leticia disse...

Awn, muito lindo. Não esperava que ela fosse surda e muda. Mas ficou lindo, o final me emocionou. Com certeza a linguagem do coração é a mais pura que existe. (Y)

Não seja um leitor silencioso. Comente!