terça-feira, 18 de maio de 2010

Coração da Morte


Quando a morte conta uma história, você deve parar para ler. Era uma terça à noite e eu vagava pelas ruas colhendo almas, uma tarefa designada a mim foi recolher a alma de uma jovem.
Ela parecia solitária e triste, olhando as pessoas passarem enquanto sentia dor, uma dor que eu tenho que sentir antes de levar qualquer coisa comigo. Ela olhava fixamente o poste onde eu estava parada, parecia que conseguia ver-me, ela piscava os olhos enquanto passava a mão no vidro da janela.
Ela sorriu e apertou a mão contra a janela, pude sentir sua pulsação. Sorriu novamente e virou a cabeça, acenando de leve. Senti que seus pensamentos estavam em mim, ela conseguia me ver; ‘impossível’, havia pensado comigo mesma.
Fechou os olhos e seus lábios disseram ‘venha’, enquanto os ombros relaxados desciam. Atravessei a rua olhando as pessoas tentando confirmar que a Morte não estava enlouquecendo. Elas não me viam, passavam entre mim deixando uma sombra preta, falavam de coisas banais já que todos um dia me conhecerão.
Passei pela porta ao seu encontro, olhando os seus olhos cansados enquanto ela me fitava, passou a mão novamente pela janela e com a outra me chamou para olhar. Respirou fundo, a janela ficou embaçada e ela passou a sua mão sobre a minha, mesmo vendo-me não podia me tocar.
Ela abaixou a cabeça e soltou algumas lágrimas, sua dor machucava-me como nenhuma outra, ela voltou seu olhar a mim e pronunciou vagamente ‘acidente, meus pais’. Coloquei a mão onde deveria ser meu coração e não senti nada, a Morte não tem coração, mas por um instante com aquela menina senti algo dentro de mim.
Abracei-a enquanto admirava as gotas de chuva escorrendo pelo vidro, ela fechou os olhos e sua alma estava em paz e sua dor havia sido cessada.

Pauta para Bloíquês, 17ª edição visual. Tema: Foto do texto.

--

Ganhei este selinho do Rodolpho:

Ele não é uma graça? Você sabe de quem ou do que eu estou falando?

6 opiniões:

Millene disse...

Ahhhhhhhh *-* 'quando a morte conta uma história você deve parar para ler ' lembrei de ' a menina que roubava livros ' *-*
vlh amei, perfeito !

Jaqueline Jesus disse...

lembrei de ' a menina que roubava livros ' *-* [2]
muito bom!!
mais um texto ótiimo né:)
beijooos:*

Jaqueline Jesus disse...

respondendo sua pergunta: se vc for nas páginas do meu blog, em "sobre o blog" vc vai saber o que significa 'Parla Come Mangi' :)

beijos Fê

Tainara L. disse...

oooi. Nossa, adorei seu blog, muito lindo. Amei o lay, e nossa, você escreve muito bem mesmo. E gostei muito desse post!
Beijos ;*

Rodolpho Padovani disse...

Selo pra você no meu blog =)
Bjs...

B disse...

Reconheci a primeira frase de A menina que roubava livros.
Interessante, gostei muito.

Não seja um leitor silencioso. Comente!