sexta-feira, 14 de maio de 2010

Under my umbrella


   A meteorologia nunca foi muito minha amiga, eu estava ali, sentada no banco, lendo o meu livro quando senti uma brisa de leve. Em poucos minutos eu já estava encharcada e meu livro não existia mais, sem guarda-chuva e totalmente ensopada.
   Enquanto corria para achar algum lugar seco esbarrei em um garoto que na hora caiu sobre mim com o seu guarda-chuva.
   -Desculpe-me. – Disse enquanto tentava retirá-lo de cima de mim.
   Nós ficamos em pé e ele sorriu, um sorriso enigmático, mas verdadeiro. Preenchia-me por dentro e me deixava aflita ao mesmo tempo.
   -Você não que uma carona? – Disse ele sorrindo enquanto apontava para o guarda-chuva, vendo que eu estava de braços cruzados e tremendo.
   -Adoraria. – Abri o maior sorriso que pude, e ele retribuiu com um de canto.
   Ele envolveu seus braços na minha cintura, tentando me esquentar e eu encostei minha cabeça em seu casaco quente, ele abriu a porta do carro e eu entrei.
   -Pegue o meu casaco, vai te manter quente até a sua casa.
   Ele sorriu enquanto tirava o cachecol e eu o admirava sem mesmo saber o seu nome.
   -Lucas.
   -O que? – Pisquei duas vezes depois que mudei a posição da minha cabeça que estava de lado.
   -Lucas, meu nome, é o seu?
   -Miranda.
   -Onde é a sua casa Miranda?
   -É na quinta com a Stranfoord.
   Ele ligou o carro e fomos em disparada para a minha casa, nenhuma palavra, apenas o seu sorriso de canto congelado na sua face. Na porta de minha casa, quis devolver o casaco, mas ele não deixou.
   -Pode ficar com ele.
   -Eu não posso.
   -Pode sim! – E deu novamente seu sorriso de canto.
   -Que sorriso é esse?
   -Qual? Este? – E sorriu novamente enquanto eu fazia sinal de positivo.
   -Eu não posso dar sorrisos muito largos, senão acabo gostando da pessoa mais do que deveria.
   Dei um sorriso largo mostrando que eu queria que ele gostasse de mim. Ele levantou as bochechas com o seu lindo sorriso que fechava os olhos e se aproximou, dando-me um beijo; senti que o seu sorriso ainda permanecia.

--

Pauta para Blogueando, 30ª edição. Tema: Sorriso.

2 opiniões:

Thizi disse...

Ai que fofo!!![Quem dera eu pegasse carona om alguem tão tudo!

Millene disse...

queria que fosse tão fácil e mágico encontrar um amor, encontrar alguém que se importa,
texto perfeito *-*

Não seja um leitor silencioso. Comente!